ATENÇÃO: Desde o mês de novembro de 2013, o único acesso para o portal Empreg@r é realizado através de http://empregar.iem.gov-madeira.pt

Exposições

SANTANA

Sessões coletivas

ESTREITO DE CÂMARA DE LOBOS

Sessão de Esclarecimento

APEL - Funchal

Dicas de Procura de Emprego

Centro de Porta Amiga do Funchal

"Trabalhar (in)formado(a)"

Camacha e Caniço

Ciclo de Boas Práticas na Procura de Emprego

Sindicato de Hotelaria - Funchal

Exposições

Ponta do Sol

Sessão em Grupo

Investimentos Habitacionais da Madeira - Funchal

Sessão de Divulgação

ISAL - Funchal

sexta-feira, 24 de julho de 2015

SESSÕES PARA DESEMPREGADOS - SANTANA

Nos dias 22, 23 e 24 de julho, na sede dos Bombeiros Voluntários de Santana, decorreram sessões para os utentes desempregados inscritos no Instituto de Emprego da Madeira sob a orientação do Clube de Emprego de Santana.

Foram cerca de 100 utentes que puderam assistir nestes 3 dias à apresentação dos serviços do Clube de Emprego de Santana e do Instituto de Emprego da Madeira, assim como obter alguma formação e ferramentas de trabalho sobre como utilizar as Técnicas de Procura Ativa de Emprego em favor da sua atual situação de desemprego.

Estas sessões revelam-se muito pertinentes uma vez que permitem em simultâneo aferir da atual situação de cada um e retirar algumas dúvidas que possam persistir acerca dos seus direitos e deveres enquanto utentes destes serviços de emprego.

ENCONTRO MUNICIPAL DA JUVENTUDE - CALHETA


Apresentação da Presidente do Conselho Diretivo do Instituto de Emprego da Madeira, Dra. Rita Andrade, no I Encontro Municipal da Juventude, promovido pela Câmara Municipal da Calheta.
Este evento está a decorrer ao longo do dia de hoje, 24 de julho, no Centro das Artes Casa das Mudas.

INFORMAÇÃO ÚTIL MAIS PERTO DE QUEM INTERESSA


O Instituto de Emprego da Madeira (IEM), através da directora Rita Andrade, e o Instituto de Desenvolvimento Empresarial (IDE), representado pelo presidente Jorge Faria, assinaram ontem um protocolo de cooperação com vista à troca de informação na área dos apoios que conduza ao emprego de mais desempregados. Por um lado, os técnicos do IEM vão dar formação aos técnicos do Centro de Formalidades das Empresas (CFE), gerido pelo IDE, para que estejam a par e informem as novas empresas sobre a série de programas e medidas de incentivo que existem nesta área; por outro, este Centro vai disponibilizar semanalmente ao IDE, e com autorização dos envolvidos, os números de novas empresas e os contactos para que este entre em contacto com as empresas no sentido de promover a colocação de mais pessoas.
A secretária regional de Inclusão e Assuntos Sociais Rubina Leal revelou que até ao final deste ano há a possibilidade de fazer 534 programas de incentivo à contratação, com uma dotação superior a 3 milhões de euros. Já Eduardo Jesus, com a pasta da Economia, Turismo e Cultura avançou que o CFE desde que foi criado em 2004 atendeu cerca de 56 mil clientes, correspondendo a 12 mil processos, metades destes de constituição de empresas.
Os quatro sistemas de incentivos para as empresas – o Internacionalizar, o Empreender, o Valorizar e o Funcionamento 20/20 - lançados nos últimos quatro meses, representam 113 milhões de euros que estão à disposição dos empresários. Já todos receberam candidaturas.

DIÁRIO DE NOTÍCIAS

quinta-feira, 23 de julho de 2015

CURSO DE SOCORRISMO


INCENTIVOS À CRIAÇÃO DA PRÓPRIA EMPRESA

No passado dia 19 de junho o IEM celebrou contratos de concessão de incentivos para a criação de 10 novas empresas, por desempregados, contemplando um total de 14 novos postos de trabalho.
A estes projetos corresponde um apoio global do IEM de 127,7 mil euros, desagregado em apoio complementar ao investimento, concedido a fundo perdido pelo IEM, no valor de 65,7 mil euros e os diversos prémios à criação de postos de trabalho, que ascendem a 62,0 mil euros.
As entidades beneficiadas inserem-se nas mais variadas áreas de atividade, desde os serviços de estética, à restauração, ao comércio de produtos informático ou à reparação e manutenção de máquinas e equipamentos, como se pode observar no quadro abaixo:


Promotor(es)
Atividade


João Maurício Freitas e Jordão Jardim
Restauração tipo tradicional


Clério Velho da Silva
Reparação e manutenção de máquinas e equipamentos


Marília Freitas Silva
Comércio de produtos cosméticos


Laura Nivalda Silva
Manicura e pedicura


Laura Mariana Leça
Esteticista, manicura, pedicura e massagista


Maria Natália Faria
Comércio de produtos para pastelaria


Marta Susana Freitas
Comércio de produtos alimentares tradicionais portugueses (queijos, enchidos, azeite, vinhos...)


Nuno Miguel Silva
Comércio de peças automóveis


José António Sousa
Mediador de seguros


Rui Alberto Romão
Comércio de produtos informáticos


Desde janeiro de 2015, o IEM já aprovou 484,6 mil euros para a criação de 29 projetos empresariais, que preveem a criação de 51 novos postos de trabalho.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

APRESENTAÇÃO GARANTIA JOVEM - CALHETA


Decorreu na tarde de hoje, dia 22 de julho, no Clube de Emprego da Calheta, situado na Casa do Povo da mesma freguesia, a apresentação do Garantia Jovem, promovida pelo Dr. Sérgio Silvestre e Dra. Mara Castro, do Instituto de Emprego da Madeira.

Tendo como objetivos principais o aumento das qualificações dos jovens, facilitar a transição para o mercado de trabalho e reduzir o desemprego jovem, o Garantia Jovem aparece como resposta à elevada taxa de desemprego dos jovens.

No total estiveram cerca de duas dezenas de jovens convidados para o efeito.

REDE EURES: CONHEÇA O NOVO DROP'PIN


Drop’pin é um novo sítio web lançado pela Comissária Europeia para o Emprego, Assuntos Sociais, Competências e Mobilidade Laboral, em junho de 2015.

Este portal tem por objetivo ajudar os jovens de toda a Europa a descobrir oportunidades de aumentar a sua empregabilidade, aproximando-os das organizações que as oferecem.

As oportunidades são muitas e variadas, incluindo aprendizagens, estágios, coaching(acompanhamento), tutoria, cursos de línguas e apoio na mudança para outro país da UE (inclusivamente nas opções de alojamento).

Os jovens podem carregar os seus currículos, candidatar-se e classificar oportunidades, bem como tornar-se ativos na comunidade de pares daDrop'pin através da partilha de experiências. 

Através da Drop’pin empresas e organizações têm uma forma de mostrar o que podem proporcionar aos jovens,enquanto que as entidades do ensino e formação podem desenvolver novos programas que permitam ajudar os jovens a estar aptos para a vida profissional.

(texto adaptado do boletim informativo EURES & You 5/2015)

CO-FINANCIAMENTO CE/UN