Conheça a rede de Polos de Emprego clicando AQUI

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

MENTIR NO CV: O QUE ACONTECE QUANDO O FAZ

Um candidato exagerar as suas competências ou mentir relativamente à sua experiência profissional é cada vez mais comum. Contudo, o facto de ser recorrente não significa que é um meio eficaz para arranjar emprego.
A verdade é que mentir no CV não compensa! Para os recrutadores experientes, uma pergunta basta para verificarem se o candidato diz a verdade. De acordo com o Career Advice Monster, quando é apanhado a mentir perde a oportunidade de ser contratado e pode prejudicar a sua reputação.

Primeiro que tudo: não minta
Se não tem as competências pretendidas pelo recrutador, mas acredita que é um bom candidato o cargo, referencie as suas forças e objetivos na sua carta de apresentação.
Atualmente, os recrutadores estão mais flexíveis a contratar pessoas com capacidades que possam ser transferidas se uma área profissional para outra.
Deixe bem claro quais são as suas competências e indique que está disposto a aprender o que for necessário.

Não vai conseguir o que pretende
Mesmo que não seja apanhado a mentir, a longo prazo, a sua satisfação no trabalho pode diminuir e prejudicar ainda mais a sua carreira.
Por exemplo, mentir no CV sobre as suas ambições pode afetar o seu percurso profissional: se não pretende ter grandes responsabilidades e na entrevista referir que o seu objetivo é evoluir na carreira, podem-lhe ser atribuídas tarefas que o deixem desconfortável.

Vai ser apanhado
Na maior parte dos casos, a empresa irá descobrir que mentiu. Seja através dos seus perfis online, seja a falar com um antigo chefe ou alguém conhecido. As pessoas que já trabalharam consigo no passado conhecem as suas competências.
A empresa que está a recrutar pode utilizar as suas referências profissionais para obter mais informações sobre si.

Alerta Emprego

0 comentários:

Enviar um comentário